ARTIGO: Dedicação e amor pelas nossas crianças

Alfredo Floro Cantalice Neto*

A proximidade do dia 12 de Outubro, nos provoca uma reflexão sobre valores que a sociedade como um todo têm esquecido. A sinceridade, o afeto, o carinho e o respeito são características que muitas vezes são facilmente identificadas nos consultórios pediátricos e não são raras as situações nas quais desejaríamos que os adultos aprendessem um pouco com os nossos pacientes.

Um dos maiores esforços que nós, médicos, empreendemos é na conscientização dos pais para a importância dos primeiros 1000 dias de vida e o papel que os pais e responsáveis têm na formação física e psicológica das crianças. Nesse estágio há um rápido crescimento e desenvolvimento do organismo e, por isso, o corpo e os órgãos crescem, enquanto o cérebro e os sistemas digestório e imunológico se desenvolvem. Entre os principais cuidados estão uma nutrição adequada, o afeto, a higiene, a educação, o vínculo familiar e a vacinação, além de outras condições ambientais.

Nesse aspecto é indispensável que a sociedade trabalhe a conscientização da população pela gravidez desejada e planejada. A chegada de um filho, traz uma série de impactos para qualquer casal, seja no âmbito financeiro ou na rotina pessoal e profissional de cada um, cabendo a eles a tomada de decisão no melhor momento de suas vidas. Esse cuidado, faz com que toda estrutura física, psicológica e financeira sejam melhores permitindo condições apropriadas durante a gestação, nascimento e desenvolvimento do bebê.

Lembramos, ainda, que o carinho e dedicação começa quando a criança ainda está na barriga. Falar com o filho desde os primeiros dias de vida é uma maneira de fortalecer a ligação entre os pais e a criança estimulando a linguagem e desenvolvimento cognitivo. Ambientes tumultuados e estressantes podem estimular a ansiedade no bebê, além de ser prejudicial para as relações familiares.

Dedicamos nossa vida a esses pequenos seres que encantam a todos. Ainda que, em muitos casos, as condições para o exercício profissional não sejam as ideais é o sorriso de uma criança que faz o médico superar qualquer barreira.

* presidente da AMRIGS

print

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

83 + = 91

Pin It on Pinterest