Dia do dentista: uma reflexão

Neste dia 25 de outubro comemora-se o dia do dentistaNo manejo de tantos avanços técnicos e científicos, o q o profissional de odontologia precisa aderir para atender o cliente do século XXI?

Normalmente, somos esquecidos da nossa temporalidade e, profissionalmente, não é diferente. Na maioria das vezes rumamos para um futuro q imaginamos não chegará tão rápido. Equivocadamente, pensamos que só  importa o agora e, inclusive, estamos com pressa de que chegue logo a sexta-feira.  Bem, no meio de tudo isto, é prudente que nos lembremos que os desafios de pavimentar uma sólida estrada profissional passa, não só,  por oferecer atenção ao agora e às capacitações técnico científicas, mas também, pelos estudos de administração estratégica.  Sim, porque há muitas perguntas a responder: como atrair mais clientes? Como receber mais indicações de pacientes? Como aumentar a rentabilidade do consultório? Como administrar a agenda de consultas? E tanto mais.

Porém, e aos olhos do nosso paciente? Será que para ele todas estas respostas não estão no ‘per se’. Ou seja, será que oferecer excelência em serviços, hoje, ainda é diferenciação? Estudos dizem que o correto, hoje, é chamar esta excelência, de commodities.  Mas então, o que todas estas gerações q entram no consultório do dentista, hoje, desejam? A resposta é muito simples e está também na sua boca: querem a experiência de ser totalmente importantes para o seu dentista. Querem sentir-se (e as suas questões), únicos. Não estão preocupados com a sala de espera lotada. Desejam atenção total ao seu caso e sem pressa.

Talvez haja algum profissional q esteja com um grito na garganta: é impossível. Tu não sabes quantas pessoas tenho q atender por dia.

(Respira). Eu entendo.

Mas olhe comigo: ao permitirmos que o cliente se torne, verdadeiramente, importante em nossas vidas isto irá nos auxiliar, inclusive, em nossa própria transformação.  Sim. Darmos atenção à outra voz q não a nossa; olhar o mundo com outros olhos, que não os nossos; sentir empatia por dificuldades e dilemas, de forma menos egóica, poderá, aliviar a carga de nós em nós mesmos. Acredite.

Poder realizar nosso trabalho como uma experiência de transformação pessoal, pode nos oferecer sentimentos de autorrealização – que irá impactar e nutrir nossos propósitos e sentido de vida. E isto tudo irá oferecer uma pavimentação sólida em nossa carreira além do que, exercitar empatia melhora nossa graduação de felicidade e bem estar internos. Neste dia do dentista, é bom pra nós q lembremos q o profissional tem muitos  pacientes, mas o paciente, tem aquele único profissional para quem, escolheu dar confiança e abrir sua boca. Esta boca que quando acolhida, revela mais que dentes. Revela, também, um tanto de alma.

Feliz Dia do Dentista.

Na foto Dra Lidia Sabbadini,  cirurgiã dentista. Especialista em Ortopedia Funcional dos Maxilares e em Física Quantica na Saúde. Mestre em Administração Estratégica de Serviços. Pós graduanda em Psicologia Positiva. Facilitadora de Meditação.

print

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ 53 = 61

Pin It on Pinterest