Esquina Business adota praça no Jardim Botânico

Na foto – Parceiros do Equina Business – Rodnnney Silva, Dra Ana Cristina de Souza, Os sócios Daniel Minossi e Fabian Portal e as arquitetas Lívia Senna e Fernanda Bastos.

Iniciativa faz  parte de programa de adoção de praças e parques na Capital que já tem mais de 60 áreas adotadas

Buscando resgatar mais um espaço verde na cidade os empresários, Daniel Minossi e  Fabian Portal, do Esquina Business, empresa que atua no segmento imobiliário,  decidiram adotar a praça Frei Orlando, próximo ao Jardim Botânico de Porto Alegre. A iniciativa tem como base a legislação municipal  que permite que empresas adotem estes espaços colaborando com a manutenção e conservação dos mesmos. Com a parceria firmada com o poder público a iniciativa, que também já foi realizada em pelo menos 10%  de todas praças e parques da cidade, serve como exemplo e uma boa alternativa para recuperar espaços  mal ocupados ou que não são aproveitados como áreas de lazer pela população. A Praça Frei Orlando foi adotada  no mês de agosto e entre as atribuições estão também melhorias em equipamentos. “A adoção mostra nossa preocupação com o meio ambiente e bem estar coletivo”, lembra Minossi.  Fabian explica que é uma ação propositiva no sentido de viabilizar a manutenção de mais um espaço de lazer. “São locais que estão descuidados e merecem um olhar especial para viabilizar a presença das pessoas e seu melhor aproveitamento”, garante ele.  Para Oscar Allgayer, da Allgayer Engenharia, “a ação de adoção, praticada pela Esquina Business, além de um gesto de cidadania é um grande incentivo para que as empresas direcionem seus investimentos para o bem do coletivo e melhoria da qualidade de vida nas grandes cidades. A atitude de adoção de uma praça demonstra a preocupação do adotante com a responsabilidade social, “o que merece todo reconhecimento da comunidade, que é muito beneficiada pela conservação”, observa Ana Cristina, da ACMS, Assessoria em Crédito Imobiliário.

Adote uma Praça

Conforme a chefe de equipe gestão de parcerias da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade, arquiteta Virginia Sanchis, o programa Adote começou em 1986, sendo pioneiro no Brasil. “Hoje temos 68 áreas verdes adotadas em Porto Alegre, sendo 66 praças e dois parques (Parcão e Orla Moacyr Scliar). O Adote uma Praça  (Progap)  é um programa simples que permite a qualquer entidade civil assumir a responsabilidade de urbanizar e manter áreas verdes públicas do município. “Ao adotante cabe manter as áreas adotadas limpas e em perfeitas condições de uso para a comunidade”, enfatiza a arquiteta.  Segundo ela permite-se a colocação de placa de divulgação da parceria. Esse tipo de ação além de valorizar a marca da empresa, contribui para o embelezamento da cidade e o incremento da qualidade de vida. “As parcerias auxiliam na concretização do senso de responsabilidade ambiental, a partir do compromisso com a manutenção do espaço”, explica. Qualquer empresa (indústria, comércio, prestador de serviços), escola, associação de bairro ou ONG pode adotar uma praça ou parque.  É permitida a adoção integral ou parcial das praças e parques.

No total a cidade possui 637 praças e nove parques. Conforme Virginia os objetivos com a adoção atendem requisitos como: qualificar as áreas públicas e transformar e vitalizar o entorno em que se vive; proporcionar o sentimento de apropriação dos espaços públicos à comunidade; além de ampliar a participação do capital privado e desonerar o tesouro municipal.

print

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 8 =

Pin It on Pinterest