Decreto determina instalação de parklets na Capital

Uma mudança na relação da sociedade civil com as vias públicas para modernizar a Capital. Esse é um dos principais objetivos do Decreto Municipal do Parklets, assinado na manhã desta quarta-feira, 3, pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior.
A ideia dos parklets, pequenas estruturas colocadas em espaços onde caberiam dois veículos, e que incentivam o lazer e o convívio social, é a de valorizar o espaço urbano. Os parklets podem ser equipados com bancos, floreiras, mesas e cadeiras, guarda-sóis, aparelhos de exercícios físicos, paraciclos ou outros elementos de mobiliário, com função de recreação ou de manifestações artísticas, recebendo até 300 pessoas por dia.
“Essa ideia atravessou outras gestões e nunca foi concretizada. Com um trabalho árduo entre secretarias conseguimos concluir os estudos e vamos mudar a relação da sociedade com as vias públicas. Temos de modernizar Porto Alegre”, diz o secretário municipal de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi.  A prefeitura elaborou um manual para a Implantação de Parklets, com todas as informações necessárias para realização do projeto. O manual está disponível de forma on-line e contém a legislação pertinente e as etapas de implantação do equipamento, com diagramas explicativos e resumos das recomendações e exigências: alfa.portoalegre.rs.gov.br/parklets 

“A iniciativa dos parklets leva o pedestre à apropriação do espaço público com qualidade. A parceria com a iniciativa privada é importante para nos ajudar a deixar a cidade menos hostil para os pedestres”, avalia o secretário municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade, Maurício Fernandes. A prefeitura vai incentivar que as empresas com maior capacidade financeira ampliem a instalação do sistema em diferentes áreas da cidade, e não somente próximos a grandes empreendimentos. “Estamos fazendo diferente, esse é um pequeno grande exemplo de que não podemos fazer igual. Os ganhos para a cidade com essa iniciativa são embelezamento, urbanização. Ganhos em colocar as pessoas nas ruas, o que melhora não só o ambiente, mas também a segurança”, diz Marchezan.

 

 Regras gerais para a instalação

Os parklets são permitidos em: vias públicas com estacionamento regulamentado de veículos; vias com ciclovia/ciclofaixa desde que localizados no lado oposto à mesma; vias com velocidade máxima regulamentada de até 40Km/h e com até 8,33% de inclinação longitudinal.
Os parklets são proibidos em: a menos de sete metros do prolongamento do alinhamento dos lotes das faces de quadra que as compõem transversal; à frente ou de forma a obstruir guias rebaixadas, equipamentos de combate a incêndios, rebaixamentos para acesso de pessoas com deficiência, pontos de táxi, faixas de travessia de pedestres; em locais que acarrete a supressão de vagas especiais de estacionamento, nos termos das diretrizes técnicas expedidas pela EPTC.

Veja o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=_m1rSCw0FFU

print

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

77 + = 83

Pin It on Pinterest